Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sexoconvivio

Este Blog contém relatos de encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo.


Este Blog destina-se á publicação, sob a forma escrita, de alguns relatos baseados em encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo. É proibida a cópia e/ou reprodução total ou parcial do conteúdo do Blog sem autorização escrita do seu autor. Aconselho a que menores de idade se abstenham da leitura dos relatos aqui postados. Utilize a pesquisa deste Blog para procurar um número de telemóvel, nome, localidade, etc. de forma mais rápida. Boas leituras e deixe o seu comentário se assim o desejar.

Terça-feira, 25.12.12

926765330

Dia 23-12-2012, neste domingo a consulta dos classificados do Correio da Manhã apresenta um conjunto de possibilidades muito pobre para um possível encontro, situação que não é de estranhar uma vez que estamos a dois dias do Natal e muitas profissionais do sexo param de trabalhar durante esta quadra festiva. Ainda assim, o tolinhas está com fome e quer comer. Vejo um anúncio já conhecido: Vanessa Atrevida Bumbum Insaciavel Completa O.Guloso, 926765330. O encontro que tive com ela há três meses atrás deixou-me boas recordações e como hoje a lista de opções está muito pobre, decidi-me por um novo encontro com ela. Faço um telefonema para saber se ela está realmente e trabalhar e disponível de momento, com resposta afirmativa para ambas as questões sigo para o mesmo local em Mem Martins. Chegando lá o estacionamento foi fácil e não demora a abrir a porta do prédio após novo contato.

 

A Vanessa é brasileira, mulata, trintona de baixa estatura (cerca de 1,55 m), com cabelos pretos, olhos castanhos, uns 60 e alguns quilos que lhe dão alguma barriguinha, coxas grossas, traseiro firme, peito pequeno natural. Recebe de salto alto e lingerie vestida. Entro no apartamento e após alguns beijos e apalpões vamos em direção ao quarto. Pelo caminho faço uma paragem na casa de banho para me lavar. Não encontrei nada de novo nas instalações, tanto a casa de banho como o quarto mantêm as mesmas características no que diz respeito à limpeza e arrumação. Vou para o quarto para um pouco de conversa de circunstância até que ela me diz para ficar á vontade que vai á casa de banho. Como a temperatura do quarto estava bem agradável, fui-me despindo e poucos minutos depois ela volta já nua e reparo que a sua vagina continua aparada ao estilo moicano.

 

Vamos para cima da cama e começamos com algumas caricias e um pouco de conversa apropriada á situação, onde alguns elogios mútuos eram intercalados por beijos e chupões nos seus mamilos que rapidamente ficaram dilatados e firmes. Não demorou muito até que o tolinhas se pusesse em sentido mas, ainda não era altura para ele entrar em cena. Disse para ela se deitar na cama para eu a poder chupar um pouco, ela assim o faz colocando uma almofada por baixo da sua bacia, e com aquela bela imagem que se apresentava na minha frente, passei os minutos seguintes a trabalhar com a língua mas frequentemente interrompido por ela para evitar que se viesse. Pouco depois trocamos de posição sendo de imediato por ela colocada a gabardine no tolinhas, que após estar vestido foi chupado uma meia dúzia de vezes. Por outras palavras, o oral foi tão fraco que praticamente não existiu e, tendo em conta o que se seguiu, também não fez grande falta.

 

Estando eu deitado, ela vem para cima de mim e guia o tolinhas para a sua vagina e começa a cavalgar. Passamos por algumas posições sempre comigo deitado na cama e com ela por cima, desta forma era ela que controlava a cadência e a profundidade a que o tolinhas entrava e, já para o final, foi uma delícia sentir os músculos da vagina contraírem-se e a apertar o tolinhas. Pouco depois ela sai de cima de mim dizendo que adora gozar enquanto leva no traseiro e queria que eu o comesse com o meu pau grosso, algo que a bem da verdade não é nenhum sacrifício para mim. Coloca lubrificante na porta de trás, e coloca-se de quatro para me mostrar as formas daquele traseiro ao mesmo tempo que me ia provocando com alguns movimentos do esfíncter e conversa. O tolinhas já estava mais que preparado para comer aquele traseiro mas, mesmo que não estivesse, esta pequena provocação, ou talvez incentivo, certamente o iria colocar em estado de prontidão em menos tempo que o necessário para bater o recorde do mundo dos 100 metros planos tal era a formusura do cenário apresentado. Na posição Doggy Style lá vai o tolinhas tentando abrir caminho com a ajuda da mão direita da Vanessa a guia-lo neste vai e vem inicial. Mas apesar de existirem alguns sinais exteriores de que este traseiro tem sido bem trabalhado, a verdade é que a entrada estava demasiado apertada e apenas a cabeça do tolinhas estava a conseguir penetrar. Foi necessário voltar ao início e colocar mais um pouco de lubrificante e lá guiei o tolinhas num lento movimento de vai e vem para que o esfíncter dilatasse e de cada vez que entrava ia um pouco mais fundo até que a Vanessa disse para eu estar á vontade e enfia-lo todo. Assim o fiz, e depois de lá estar todo dentro agarrei bem na sua cintura e foi de bombar ao som dos gemidos da Vanessa e sentindo aquelas nádegas bem firmes a baterem nas minhas ancas até que o tolinhas, bem apertadinho dentro daquele orifício, fez a entrega de leite na gabardine. Simplesmente uma delícia. Sofreu um bocado mas insistiu e aguentou até ao fim, é esta atitude que eu considero ser a atitude de uma boa profissional.

 

Seguiu-se a limpeza do tolinhas realizada por ela utilizando toalhitas para depois se ausentar do quarto por mais uns momentos para ir á casa de banho, vesti-me enquanto íamos conversando mais um pouco, paguei e fui acompanhado á porta onde a despedida foi feita com mais uns beijos ficando desde já a promessa de um novo encontro ainda sem data marcada.

 

Conclusão: Mais uma vez a Vanessa mostrou-se simpática e meiga, mostrando também empenho em satisfazer e cativar o cliente e, se houve controlo de tempo não o senti. No que diz respeito ao desempenho na cama, considero que sem dúvida que o seu oral é fraco. No entanto, o seu desempenho vaginal e principalmente no anal compensaram esse facto. Fisicamente é baixinha e tem um pouco de barriga mas, ainda assim, tem uma aparência que me agrada com um traseiro e coxas bem firmes. Este segundo encontro com a Vanessa correu de forma a deixar-me mais boas recordações que, seguramente, me vão fazer lá voltar.

 

Boas Phodas a todos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Ninor às 15:50

Terça-feira, 18.09.12

926765330

Dia 15-09-2012, estava sem nada para fazer e com vontade de “mudar o óleo”, se é que me entendem. Novamente, fui ler os classificados do Correio da Manhã. Depois de alguns telefonemas para pesquisar as condições por detrás de alguns anúncios, decidi-me por este: Nov Vanessa Atrevida Bumbum Insaciavel Completa O.Guloso, 926765330. No primeiro telefonema recebi as seguintes informações: é uma 30tona, brasileira, mulata, o valor é 20€ oral/vaginal, 30€ completo, está disponível até às 20h e encontra-se perto dos bombeiros de Mem Martins em Sintra. Fiquei interessado e pus-me a caminho para tentar encontrar o ponto de referência. Depois de algum tempo lá dei com os bombeiros. Novo telefonema para saber se está disponível, diz-me o número do prédio e que estava uma rua mais a baixo (Rua Afonso de Paiva). O estacionamento foi relativamente fácil, e chegando lá, fiz novo telefonema para que abrisse a porta e me desse o número do andar. O prédio não tem elevador mas isso também não é grave porque a subida é curta.

 

Entro e dou por mim a olhar para uma mulata de baixa estatura, cerca de 1,55 m que os saltos altos tentam disfarçar, trazendo apenas lingerie vestida e ainda assim a dizer que estava calor, com uma cara que não é muito atraente mas também não considero que seja feia. Logo ali na entrada tive direito a uns apalpões e beijo na boca. Começou bem. Diz chamar-se Vanessa e ter 38 anos (acredito que sim), tem cabelos pretos, olhos castanhos, uns 60 e alguns quilos que lhe dão alguma barriguinha mas a sua cintura ainda não é larga, coxas grossas, traseiro firme, peito pequeno natural. Durante o encontro não notei nenhuma tatuagem, cicatriz ou piercing na sua pele.

 

Vamos para o quarto e encontro umas instalações limpas, bem arrumadas, com uma cama, um sofá, uma televisão que se manteve sempre ligada, e pouco mais mobiliário porque este quarto é bem pequeno. A sua reduzida dimensão é uma das características que chama a atenção e deixa pouco espaço para nos movimentarmos nele. Ainda antes de me despir, vou à casa de banho para me lavar. Aqui também nada de novo, as instalações encontravam-se limpas e os rolos de papel são o método de secagem da fruta. Volto para o quarto e no meio de conversa de circunstância ela deu a entender que preferia receber no início mas como o pedido não foi muito claro nem direto, fiz de conta que não percebi e paguei apenas no fim. Eu fui-me despindo e ela ausentou-se do quarto para ir se lavar. Voltou alguns minutos depois já com a lingerie nas mãos e aqui vejo que a sua vagina está com um penteado aparado estilo moicano.

 

Já em cima da cama iniciou-se mais uma série de apalpanços e beijos, pediu-me para não apertar muito as mamas porque estavam muito sensíveis e provocava-lha alguma dor. Ainda assim as suas caricias e sentir o seu corpo rapidamente colocaram o tolinhas em sentido. Como ela não faz oral ao natural, rapidamente colocou a gabardine no menino e começa a mamar. Aqui fiquei um pouco desiludido porque o seu oral não é nada de especial. Ela afirmou que gosta de chupar mas não achei a sua técnica muito aprimorada. Faltava-lhe profundidade, variação de cadência e um pouco mais de sucção que certamente era prejudicada pela gabardine. Pouco depois agarra no frasco de lubrificante para passarmos à fase seguinte. Interrompo-a dizendo que a queria chupar um pouco ao que ela respondeu: Está bem. E com isto deita-se na cama, coloca uma almofada por baixo da sua bacia e abre as pernas. Que bela visão aquela. E vamos a isso, caí de cara e língua naquela vagina. Chupões e lambidelas devidamente intercaladas com massagem do clitóris e penetração com o dedo. Por várias vezes me mandou parar e ir mais devagar porque não queria gozar já, queria ter forças para foder.

 

De seguida, lubrificante e começou um vaginal em Doggy Style que muito me agradou. Senti-a apertadinha, e ver o tolinhas entrar e sair com aquelas nádegas a baterem em mim era uma visão divinal. Ainda assim, mais uma vez ela diz-me para ir devagar porque a dimensão o tolinhas magoava-a um pouco. Queira ficar com a boceta toda aberta mas não queria se magoar muito. Eu acrescentei boceta aberta e o cú também. Lá fui mantendo uma cadência que me agradava e passados alguns minutos neste doggy vaginal, foi a vez de entrar por trás na mesma posição. Novamente lubrificante e lá vai o tolinhas abrindo caminho com a ajuda da mão direita da Vanessa a guia-lo neste vai e vem inicial. Entrando e saindo devagarinho e de cada vez que entra tenta ir um pouco mais fundo. Mais umas pausas que ela me pediu para fazer neste anal porque, eu queria enfia-lo todo mas como lhe doía, foram precisas várias tentativas até que se descontrai-se o suficiente para que o tolinhas lá morasse todo. Chegando a esta parte agarrei bem aquela cintura para que não fugisse com o rabo á seringa e, fui aumentando o ritmo até finalizar. Sofreu um bocado mas insistiu e aguentou até ao fim.

 

Seguiu-se a limpeza do tolinhas, vesti-me, mais um pouco de conversa sobre o que são salões eróticos. Paguei e fui acompanhado á porta onde a despedida foi feita com mais um beijo na boca.

 

 

Conclusão: Foi um encontro simpático, a Vanessa mostrou-se simpática e meiga, conversa com o cliente sem ser muito faladora, e mostrou empenho em satisfazer o cliente sendo mediano o seu desempenho geral. Fisicamente não tem o corpo de uma sereia e é baixinha mas, ainda assim tem uma aparência que me agrada. Embora o seu oral não seja nada do outro mundo, o seu desempenho no vaginal e principalmente no anal que precisa de ser mais trabalhado, fazem com que possivelmente volta lá para uma segunda ronda.

 

 

Boas Phodas a todos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Ninor às 02:16

Tal como está escrito na primeira linha a azul no topo deste blog, o mesmo serve para publicação, sob a forma escrita, de alguns relatos baseados em encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo. Não permitirei que este blog seja uma plataforma publicitária, por isso quem quiser publicitar o que quer que seja no espaço para comentários deste blog, verá os seus intentos frustrados tão cedo quanto me for possível. Procurem outro local ou concebam o vosso próprio espaço publicitário.


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Posts mais comentados





Flag Counter