Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sexoconvivio

Este Blog contém relatos de encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo.



Este Blog destina-se á publicação, sob a forma escrita, de alguns relatos baseados em encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo. É proibida a cópia e/ou reprodução total ou parcial do conteúdo do Blog sem autorização escrita do seu autor. Aconselho a que menores de idade se abstenham da leitura dos relatos aqui postados. Utilize a pesquisa deste Blog para procurar um número de telemóvel, nome, localidade, etc. de forma mais rápida. Boas leituras e deixe o seu comentário se assim o desejar.

Terça-feira, 15.04.14

927149455

Dia 06-04-2014, mais um domingo livre de obrigações e em que fui em busca de um encontro. Nos magros classificados do Correio da Manhã domingueiro, busco e seleciono alguns anúncios de convívio completo. Alguns telefonemas de pesquisa e acabo por me decidir por este: BRUNINHA MENINA INSACIÁVEL S/TABUS O.NAT FIM 20B, 927149455. No primeiro contacto uma voz com pronúncia brasileira, simpática e animada diz estar perto do cemitério de Benfica, mais precisamente na rua Quinta do Charquinho especificando o número de porta, faz um convívio calmo, e com o valor de 20€ para o convívio normal e 30€ para o convívio completo, estando disponível até às 21 horas. Próximo do local pretendido, foi fácil encontrar estacionamento que é gratuito. Faço um segundo contacto para completar as informações, diz estar disponível, confirma o número de porta dado anteriormente e indica um apartamento no primeiro andar para onde me devo dirigir. Facilmente percorro a distância que me separa da porta do prédio, ao chegar espero alguns momentos até que esta se abra, entro vou em direção as escadas e quando me preparava para subir o primeiro degrau, oiço o barulho de uma porta a abrir-se a quando da minha passagem. Direciono o meu olhar para essa porta e reparo que uma cabeça espreita por detrás dela e me incita a entrar. Admirado e algo confuso, dirijo-me para essa porta e pergunto se não era para ser no primeiro andar. Como resposta obtenho um pedido de desculpa, pois ao dar as indicações finais confundiu o andar do apartamento onde mora (um 1º andar) com o apartamento no rés-do-chão onde está a atender. Apreensivo, entro e para ter um pouco mais de certeza pergunto-lhe o seu nome, disse chamar-se Bruna, o que confere com o anúncio deixando-me mais descontraído.

 

Abriu a porta vestindo uma saia muito curta, uma blusa de cor azul e um lenço no pescoço que me fez lembrar as hospedeiras de bordo das companhias aéreas, cumprimentamo-nos e seguimos para o quarto, reparo que a casa de banho fica mesmo ao lado deste e peço-lhe para lá ir, prontamente a sua utilização me é disponibilizada. Encontrei-a limpa, sem cheiros estando disponível sabonete líquido e rolo de papel para me secar. Achei curioso o tapete com padrão de calhaus rolados que decora o chão azul da casa de banho. Volto para o quarto e a Bruna já só usava o lenço ao pescoço, que manteve durante todo o encontro, estando o lençol de trabalho já colocado em cima da cama. Quanto á sua aparência, vejo que a sua silhueta é agradável, tem rabo e coxas firmes e bem torneadas, é totalmente depilada e a sua cara agrada-me. Não perguntei a idade mas aparenta ter 40 e poucos anos, é brasileira caucasiana, com cerca de 1,70m de altura, tem uns 60/65 Kg de peso, cabelos compridos loiros, peito de bom tamanho onde são bem visíveis cicatrizes provavelmente resultantes de uma cirurgia de redução de peito. Acredito que também existe uma cicatriz de abdominoplastia mas não é muito percetível por estar totalmente coberta por uma tatuagem. Tem mais algumas tatuagens no corpo e não vi piercings. Sem perder muito tempo disse-me para eu ficar á vontade que ela vai se lavar e volta já. Dispo-me e vou para cima da cama de casal, vou observando o quarto e vejo que se encontra limpo, sem cheiros, está bem iluminado, a cama além do lençol de trabalho tem um monte de almofadas. Existe um roupeiro, dois móveis sendo que um deles suportava uma TV que se manteve ligada durante todo o encontro, uma mesinha de cabeceira com vários artigos necessários ao convívio, uma cadeira e um aquecedor ligado. Alguns espelhos e alguma decoração nas paredes aprimoravam o ambiente.

 

Quando ele regressa ao quarto, iniciamos alguma conversa para criar ambiente, entre alguns comentários simpáticos ficou decidido que o convívio seria completo, caricias de parte a parte vão animando o tolinhas e resultaram na sua limpeza com toalhitas seguindo-se um pouco de lubrificante. Pergunta se eu quero oral, respondo que: “é claro que sim, e que também a quero chupar”. Sem demoras ela vem para cima de mim e dá-se início ao oral ao natural na posição de 69. Vou alternando as chupadelas com a introdução de dedos na vagina e no traseiro, enquanto ela trabalha o tolinhas com bom ritmo, sucção e alguma profundidade. Após alguns minutos o tolinhas já totalmente firme veste a gabardine, após o que a Bruna desloca as suas ancas para a frente e guiando o tolinhas enceta o vaginal na posição de reverse cowgirl, primeiro apoiando-se nos seus joelhos e inclinando-se para a frente, o que dava uma bela visão do seu traseiro e do tolinhas entrando e saindo da sua vagina, depois apoia-se nos seus pé para executar movimentos de sobe e desce fazendo o tolinhas entrar com mais vigor e profundamente na sua vagina que senti razoavelmente apertada. Ao mesmo tempo eu ia acariciando e afastando as suas nádegas para observar o tolinhas a entrar e a sair, bem como a porta traseira. Algum tempo depois trocamos de posição, a Bruna coloca-se de gatas e lubrifica o seu traseiro mas, eu ainda não queria lá entrar, por isso continuei o vaginal na posição de doggy style, nesta posição obtém-se uma bela visão do seu contorno físico. Passado algum tempo estava na altura de experimentar a porta traseira mantendo a posição de doggy style. Avisando-a, aponto o tolinhas e ela assiste com a mão para controlar a entrada que foi feita devagar devido às dimensões do tolinhas. Vários movimentos de vai e vem foram feitos para que o tolinhas fosse entrando aos poucos num orifício bem apertado. Ainda assim, estava difícil de entrar todo e a pedido dela voltei para mais um pouco de vaginal para que ela se fosse descontraindo. Desta vez o tolinhas entrava e saía da vagina ao mesmo tempo que um dos meus dedos penetrava profundamente no seu traseiro.

 

Minutos depois, nova lubrificação e o tolinhas voltou ao seu traseiro, novamente devagarinho o tolinhas foi entrando mas desta vez um pouco mais facilmente, e aos poucos acabou por entrar na sua totalidade. O tempo foi passando com o tolinhas bem aconchegado nos movimentos de vai e vem, a Bruna colaborava com movimentos de ancas e ia soltando uns gemidos mas, ainda assim, mostrava alguma dificuldade em acomodar o tolinhas na sua totalidade e pede para parar. O tolinhas volta a sair cá para fora e digo-lhe que estava próximo do fim, seguiu-se nova lubrificação da porta traseira e o tolinhas volta a penetrar o esfíncter numa entrada lenta para aos poucos acelerar os movimentos e a intensidade das penetrações. A Bruna suportou estas investidas até ao fim, e o tolinhas só voltou a sair depois de entregar o seu leitinho na gabardine. Seguiu-se a retirada da gabardine e limpeza do tolinhas com papel, fui depois á casa de banho para uma melhor higiene e volto para o quarto ficando a Bruna a cuidar da sua higiene. Vou-me vestindo e pouco depois ela volta para o quarto, por entre mais um pouco de conversa ela ajeita a cama e veste a sua saia enquanto me acabo de vestir. Apesar de saber perfeitamente o valor falado ao telefone, perguntei qual o valor do convívio, responde que era 40€. O encontro tinha corrido bem e por isso não lhe chamei a atenção, mas de facto uma hora antes ao telefone tinha anunciado 30€ para convívio completo. Paguei o novo valor antes de sair do quarto, fui acompanhado até à porta onde nos despedimos e fui á minha vida.

 

Conclusão: A Bruna mostrou ser simpática procurando desde o início criar um ambiente agradável mantendo alguma conversa de forma a quebrar o gelo, o decorrer do encontro mostrou que tem o objetivo de agradar não tendo eu sentido qualquer tipo de pressão para me despachar. Tal como em muitos outros encontros, a Bruna mantém o seu telemóvel dentro do quarto. Este tocou algumas vezes durante o tempo em que lá estive, em nenhum momento ela mostrou intenção de parar para atender a chamada. A meu ver, a sua aparência física é agradável e apenas as cicatrizes no seu peito a prejudicam um pouco, sendo que para mim este ponto fica em segundo plano tendo em conta o seu desempenho. Os pontos menos favoráveis foram sem dúvida o engano ao especificar o apartamento onde atende e, pior ainda, a alteração do valor do convívio já no quarto em relação ao anunciado pelo telefone. Globalmente só posso concluir que este foi um encontro bem agradável, e possivelmente irei procurar uma repetição.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Ninor às 21:21

Tal como está escrito na primeira linha a azul no topo deste blog, o mesmo serve para publicação, sob a forma escrita, de alguns relatos baseados em encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo. Não permitirei que este blog seja uma plataforma publicitária, por isso quem quiser publicitar o que quer que seja no espaço para comentários deste blog, verá os seus intentos frustrados tão cedo quanto me for possível. Procurem outro local ou concebam o vosso próprio espaço publicitário.


2 comentários

De Anónimo a 12.07.2014 às 23:18

Deste-lhe uma boa esfrega

De x a 02.08.2014 às 00:35

Amigo gosto do seu blog, parabéns
mas uma questão :

em pelo menos dois relatos escritos por si, encontros esses que o uso de camisinha é obrigatório claro, a mulher ao fazer o sexo oral faz uso de preservativo.
e você ao fazer o sexo oral na mulher não corre o risco de apanhar alguma doença nesse acto?

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930





Flag Counter

Visitantes Online