Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sexoconvivio

Este Blog contém relatos de encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo.



Este Blog destina-se á publicação, sob a forma escrita, de alguns relatos baseados em encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo. É proibida a cópia e/ou reprodução total ou parcial do conteúdo do Blog sem autorização escrita do seu autor. Aconselho a que menores de idade se abstenham da leitura dos relatos aqui postados. Utilize a pesquisa deste Blog para procurar um número de telemóvel, nome, localidade, etc. de forma mais rápida. Boas leituras e deixe o seu comentário se assim o desejar.

Quinta-feira, 16.08.12

Apresentação

Olá a todos os que lerem esta mensagem. Não pretendo que este primeiro post seja uma apresentação da minha identidade, pois quero manter o anonimato, mas antes uma exposição da “raison d`être” deste blog. Ainda assim aqui fica alguma informação a meu respeito. Eu sou “Ninor”, português solteiro e sem filhos, nascido nos arredores de Lisboa a meio da década de setenta do século passado, sendo que, ainda resido na mesma região.

 

Pois bem, este blog tem como principal objetivo publicar sob a forma de relato os encontros de sexo pago por mim vivenciados, sejam eles bons ou maus. Ao mesmo tempo procurando fazer uma avaliação desde o primeiro contacto, passando pelo convívio até à saída e, desta forma talvez até proporcionar alguma informação a potenciais “putanheiros”. Obviamente a minha vida não é andar à procura de sexo pago (até porque o dinheiro não o permite), por isso a frequência destes encontros é baixa e a quantidade de relatos postados será ainda mais baixa uma vez que não pretendo relatar todos os encontros que ocorram. Meninas, Escorts, Acompanhantes, Putas….existem muitas designações para enumerar quem trabalha na área do sexo. Neste blog serão designadas por profissionais do sexo – “PS”.

 

Assumo desde já o compromisso de ser tão fiel quanto possível aos factos ocorridos antes (contacto), durante e depois do encontro utilizando um discurso tão polido quanto me for possível. Ainda assim tratar-se-á de relatos pessoais que conterão as minhas opiniões, defeitos, virtudes, preconceitos, enganos que certamente não serão do agrado de todos os que os lerem. Encaro isso com naturalidade uma vez que não se pode agradar a gregos e troianos ao mesmo tempo. Não quero denegrir a imagem de nenhuma “PS”, nem tão pouco publicitar de forma positiva esta ou aquela. Não ganho nada com isso.

 

Relatarei com o detalhe que considerar conveniente alguns pontos como por exemplo: o nome, aspeto físico e personalidade da profissional, atendimento, local de trabalho, quais os “menus” disponíveis, qual o escolhido, valores envolvidos, etc., tendo sempre presente o respeito pelo anonimato da profissional não divulgando aspetos da sua vida pessoal. Sempre que possível tentarei colocar o número de contacto (telefone/telemóvel) como título do post.

 

O que procuro nestes encontros? Apenas sexo (obviamente protegido) e a intimidade que me quiserem proporcionar durante a duração do encontro. Sendo eu heterossexual procuro exclusivamente mulheres. Homens e transsexuais estão fora da minha lista. Também já não me iludo com jovens, caras bonitas e corpos de modelo. Se tiver de escolher prefiro uma trintona ou quarentona (ainda de bom aspeto), que saiba e tenha por objetivo satisfazer o cliente. A existência de convívio completo (três pratos) é condição primordial para que o encontro se efetue. Adoro ir ao pacote e se estou a pagar quero ficar satisfeito. Como o meu equipamento é um pouco acima da média, muito raramente vou ao encontro de alguém que me diz não fazer convívio completo ou que só faz se não for grande.

 

Não sou, nem nunca fui anjinho ou santinho e, moralmente não me choca que haja prostituição. Não considero que quem de dedica a esta atividade seja uma pessoa melhor ou pior, com mais ou menos dignidade, merecedora de mais ou menos respeito. Desta forma, para mim os motivos que a levaram até ela são irrelevantes. No entanto, desaprovo a existência de chulos (homens ou mulheres), odeio a escravatura sexual e abomino a pedofilia/prostituição de menores. Embora pessoalmente nunca tenha percecionado ou deparado com a realidade da escravatura sexual ou pedofilia/prostituição de menores, terei apenas uma atitude caso isso venha a acontecer: participar o caso às autoridades.

 

Embora as “PS” me digam que a maioria dos seus clientes (70 a 80%) são homens casados eu nunca trai nenhuma companheira. Estes encontros pararam sempre que estive comprometido com alguém. Para mim, uma mulher de cada vez é suficiente. Chamem-me de otário se quiserem.

 

Este primeiro post já vai longo, espero não demorar muito tempo a colocar o meu primeiro relato.

 

Até lá fiquem bem e boas Phodas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Ninor às 18:43

Tal como está escrito na primeira linha a azul no topo deste blog, o mesmo serve para publicação, sob a forma escrita, de alguns relatos baseados em encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo. Não permitirei que este blog seja uma plataforma publicitária, por isso quem quiser publicitar o que quer que seja no espaço para comentários deste blog, verá os seus intentos frustrados tão cedo quanto me for possível. Procurem outro local ou concebam o vosso próprio espaço publicitário.


1 comentário

De Classificados X a 25.05.2016 às 15:15

Boa tarde, não consegui encontrar outra forma de contacto sem ser por esta via. Tem interesse numa parceria com o site https://classificadosx.com/? (troca de links/banners) Se sim, entre em contacto comigo pelo email indicado. Obrigado.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031





Flag Counter

Visitantes Online