Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sexoconvivio

Este Blog contém relatos de encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo.



Este Blog destina-se á publicação, sob a forma escrita, de alguns relatos baseados em encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo. É proibida a cópia e/ou reprodução total ou parcial do conteúdo do Blog sem autorização escrita do seu autor. Aconselho a que menores de idade se abstenham da leitura dos relatos aqui postados. Utilize a pesquisa deste Blog para procurar um número de telemóvel, nome, localidade, etc. de forma mais rápida. Boas leituras e deixe o seu comentário se assim o desejar.

Terça-feira, 26.02.13

966250001

Dia 24-02-2013, estava a precisar de um encontro mas, não queria ir ter com alguém já conhecido, procurava uma cara nova e por isso fui ver que anúncios havia no Correio da Manhã. Como era domingo a lista estava bem reduzida mas ainda assim estavam lá alguns anúncios com convívio completo e após alguns telefonemas decidi-me por este: 1ªX CARINHA D`ANJO 20A PtXXL O.PICANTE COMP S/PRESSAS, 966250001, situado no Cacém. No primeiro contacto atendeu uma voz simpática que me deu como referência a Avenida Dom Nuno Álvares Pereira perto de um estabelecimento de fabrico e entrega ao domicílio de produtos alimentícios (cuja marca não vou publicitar aqui), faz convívio normal por 20€ e completo por 30€, estando disponível até às 20H. Como não conheço o local ligo o GPS e lá vou eu. Chegado ao local que sendo uma avenida tem algum movimento mas ainda assim, talvez por ser domingo, foi fácil encontrar estacionamento. Novo telefonema para saber se estava disponível, bem como o resto da morada. Fico a saber o número da porta e que devo voltar a telefonar quando lá chegar para que abram a porta e só aí ficar a saber qual o apartamento onde me dirigir.

 

Ok, sigo para a porta do prédio e como indicado volto a telefonar e sou atendido pouco depois. Diz e que vai já abrir a porta e que tenho de me dirigir ao terceiro andar. Fiquei parado em frente da porta uns dois ou três minutos até que esta fosse aberta, o que numa avenida com movimento e próximo de estabelecimentos comerciais pode não ser muito agradável. Entro no prédio e subo pelas escadas pois não há elevador. Já na porta do apartamento volto a esperar mais uns momentos até que esta se abre estando a profissional do sexo escondida por trás da mesma a espreitar para ver quem entra. Entro e vejo que está uma negra baixinha a fechar a porta. Acabara de entrar na casa que esta tão escura que não conseguia ver nada até que me foi indicado o caminho até ao quarto que se encontrava iluminado por um candeeiro que emitia luz avermelhada. Cumprimentámo-nos, e á medida que a minha vista se adapta á pouca luz fico a saber que se chama Catarina. É negra, diz ter 23 anos o que acredito que seja verdade, tem cerca de 1,65 metros de altura, e embora não lhe tenha perguntado o peso arrisco a dizer que tem bem mais de 80 Kg. É, sem dúvida, um peso pesado para tão baixa estatura e que dá uma aspeto redondo ao seu corpo e cara, onde a barriga, coxas, traseiro e peito têm muito volume que fazem todo o conjunto ondular quando anda. Apresentou-se trajando um vestido de licra super justo e com manchas tipo leopardo. Apesar de tudo isto a característica física que mais me chamou a atenção foi a separação bem evidente dos dentes incisivos centrais da maxila. Não sei qual a sua nacionalidade mas o seu sotaque é português. Antes de prosseguirmos peço para ir á casa de banho sendo-me prontamente indicado o caminho. Na casa de banho era claramente visível cinza de cigarros em cima da sanita e do bidé. Não estava visível qualquer tipo de sabonete, existia uma embalagem de toalhitas e uma toalha para nos secarmos que pelo seu aspeto deve servir para todos os que passam por aquela casa de banho.

 

Após a lavadela da praxe, volto para o quarto estava muito pobre. Tinha uma cama de casal com uma pequena almofada onde também se colocou o lençol de trabalho, um roupeiro sem portas onde constava pouca roupa e alguns utensílios de trabalho (preservativos, lubrificante, etc.) e o pequeno candeeiro com luz rosada que servia como única fonte de luz do quarto uma vez que os estores estavam completamente corridos (ou talvez avariados). Existia também outros dois armários vazios ou praticamente vazios. Foi enquanto observava tudo isto que a Catarina disse para não reparar no estado do quarto porque estão em processo de mudança de apartamento, devem mudar para outro apartamento não muito longe dali durante a segunda semana de Março. Fui-me despindo e a Catarina pediu para lhe dar a lembrança no início, o que fiz prontamente optando pelo convívio completo. Logo de seguida ela sai do quarto com a lembrança e foi neste momento em que a porta ficou entreaberta que me apercebi que estavam pelo menos mais duas senhoras no apartamento. A Catarina volta pouco depois estando eu já deitado na cama. Vai ao roupeiro buscar lubrificante e a gabardine para o tolinhas. Aproxima-se da cama e começa a olhar pata o tolinhas ainda murcho e exclama que é dos grandes. Eu digo que não, que é normal mas isso não a convence o que a leva a dizer que vai tentar fazer o convívio completo mas se não conseguir que me devolve o dinheiro no final. Fiquei desapontado mas, ok siga viagem. Saca da gabardine e coloca-a no tolinhas para só depois começar num oral que estava bastante bom. Boa sucção e variações de ritmo fizeram o tolinhas ficar rapidamente em sentido e ao vê-lo em toda a sua dimensão, a Catarina disse logo que era raro aparecer um português com estas dimensões e que não ia conseguir fazer o convívio completo. Fiquei logo a saber que não ia ficar completamente satisfeito com este encontro. Como o oral estava a saber bem disse para continuar mais um pouco antes de passarmos ao vaginal. Passados mais alguns minutos disse-lhe que estava bom mas que queria passar ao vaginal, ela deitou-se na cama e eu coloquei-me em posição. O cheiro a suor que senti vindo dela limpou da minha cabeça qualquer ideia que tinha de trabalhar com língua, preferi por logo o tolinhas a trabalhar com a Catarina a pedir para ir devagar para não a magoar. Para minha surpresa e satisfação a sua vagina é apertadinha, e fomos percorrendo algumas posições até finalizar em doggy style.

 

Tirei a gabardine ao tolinhas e limpei-me com toalhas de papel que a Catarina colocou á minha disposição. Pouco depois ela sai do quarto e volta para cumprir o que tinha prometido e devolver-me o dinheiro que tinha cobrado a mais por não fazer o convívio completo. Fomos conversando mais um pouco enquanto me ia vestindo e depois enquanto me acompanhava até á porta. Ali nos despedimos e fui á minha vida.

 

 

Conclusão: Este é certamente um encontro que não se volta a repetir. Não é pelas fracas condições do apartamento cuja mudança estará para breve. Também não é pelo aspeto pouco apelativo que a Carolina tem para mim ou por algumas falhas, que ela facilmente pode corrigir, no que diz respeito á higiene pessoal. Tem tudo a ver com o facto de as condições do convívio apresentadas pelo telefone não se verificaram na cama e, para mim, se é para levar um não prefiro que seja ao telefone e não na cama, porque na cama é para fazer o que se anuncia pelo telefone quer goste ou não, seja fácil ou difícil. Uma profissional do sexo que ao telefone não esclarece o potencial cliente das reais condições para a realização de um convívio completo para depois frustrar o cliente na cama é, uma má profissional. Ainda assim, reconheço que a Catarina mostrou-se simpática, atenciosa sem que com isso fosse muito faladora e, acima de tudo, honesta ao devolver por iniciativa própria o valor cobrado a mais. Além disso, durante todo o encontro não senti nenhuma pressão para controlar a duração do mesmo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Ninor às 23:49

Tal como está escrito na primeira linha a azul no topo deste blog, o mesmo serve para publicação, sob a forma escrita, de alguns relatos baseados em encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo. Não permitirei que este blog seja uma plataforma publicitária, por isso quem quiser publicitar o que quer que seja no espaço para comentários deste blog, verá os seus intentos frustrados tão cedo quanto me for possível. Procurem outro local ou concebam o vosso próprio espaço publicitário.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728





Flag Counter

Visitantes Online