Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sexoconvivio

Este Blog contém relatos de encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo.



Este Blog destina-se á publicação, sob a forma escrita, de alguns relatos baseados em encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo. É proibida a cópia e/ou reprodução total ou parcial do conteúdo do Blog sem autorização escrita do seu autor. Aconselho a que menores de idade se abstenham da leitura dos relatos aqui postados. Utilize a pesquisa deste Blog para procurar um número de telemóvel, nome, localidade, etc. de forma mais rápida. Boas leituras e deixe o seu comentário se assim o desejar.

Sábado, 12.01.13

967475080

Dia 05-01-2013, mais um ano se inicia. Neste primeiro fim-de-semana do ano fui consultar os anúncios do Correio da Manhã para ver se havia condições para um encontro, pois o tolinhas está com fome. Vejo a lista e há alguns anúncios que me chamam a atenção, inicio contactos para saber as condições do convívio e respetivos valores, acabando por me decidir por este: 1ª Vez Portug Ex-Professora Senhora Jovem Linda Sozinha - 967475080. No primeiro contacto, e depois de o telemóvel tocar várias vezes, atendeu uma voz de quem claramente estava a dormir e tinha acordado com telemóvel a tocar. Isto apesar de estarmos a meio da tarde. Diz fazer convívio sem restrições em que o valor tem tabela única de 40€, e dá como referência o Centro Comercial de Massamá mas precisa de meia hora para se preparar. OK, é o tempo que necessito para chegar ao local referido. Meia hora depois, novo telefonema e dá como endereço a Praceta Machado de Castro e as indicações de como lá chegar. Este endereço pareceu-me familiar, ponho-me a caminho e ao chegar vejo que realmente já por lá estive. Esta é a praceta do apartamento da Raquel com quem estive á uns meses atrás. É um local muito discreto e com estacionamento fácil. Novo telefonema para saber o número do prédio e, não é que é o mesmo apartamento! Espero um minuto e oiço a porta do prédio a abrir, como não existe elevador subo pelas escadas e ao chegar ao andar pretendido já a porta do apartamento está aberta com alguém a espreitar cá para fora. Entro sem demoras mas com curiosidade de conhecer a nova cara que se escondia atrás da porta.

 

Fecha-se a porta e qual não é a minha admiração quando reconheço a criatura. Não, não era a Raquel que é brasileira. Era a Ana Sofia! Conheci esta profissional do sexo pela primeira vez a alguns anos atrás e fazia mais de um ano que lhe perdera o rasto. Pensava que já se tinha retirado e agora sem crer dou com ela novamente. A Ana Sofia é uma portuguesa, cinquentona entre os 55 e 60 anos de idade e vários anos de experiência (talvez décadas) como profissional do sexo, tem cerca 1,75 a 1,80m de altura, uns 70Kg de peso, cabelos castanhos-claros, pele morena com uma tatuagem nas costas, olhos castanhos e, a sua cara apesar de cuidada, diz-nos claramente que já não é jovem. Apresentou-se de saltos altos e vestia roupão por cima da lingerie vermelha, após nos cumprimentarmos vamos em direção ao seu quarto, que não é o mesmo utilizado pela Raquel. Pelo caminho passo pela casa de banho que, tal como quando lá estive com a Raquel, se encontra limpa e sem cheiros, com rolos de papel em vez de toalha para nos limparmos. Sigo para o quarto e sou agradavelmente surpreendido, pois o aspeto do mesmo é muito diferente do da Raquel. Ambos se apresentam limpos mas, este tem outro tipo de apresentação, com cama de casal sobre a qual se coloca o lençol de trabalho, alguns quadros nas paredes, mais um ou dois móveis, uns tapetes no chão e um sistema de som ligado numa rádio qualquer com um volume de som suficiente para ter música ambiente mas nada incomodativo. Fico no quarto e vou-me despindo enquanto a Ana foi á casa de banho, quando regressa vejo que não há milagres, a passagem do tempo deu ao seu corpo um aspeto flácido. Não apresenta gorduras em excesso, o que demonstra algum cuidado com a sua aparência, no entanto, o peito que é de dimensão mediana, as pernas, o traseiro com algumas estrias, as coxas, os braços e todo o resto acusam o peso da idade. Mas o que chama a atenção em primeiro lugar é o extenso matagal púbico que, embora ela diga que os clientes gostam, pessoalmente acho pouco apelativo. Principalmente quando quase podemos fazer tranças como é o caso, ainda assim a sua higiene pareceu-me boa.

 

Vamos para a cama e a Ana continua tão faladora como quando a conheci, por vezes fala até demais quando, por exemplo, conta até pormenores da sua vida pessoal que a maioria das profissionais do sexo não ousariam sequer pensar em contar aos clientes. Aliás, clientes não. Ela não gosta de designar quem a procura de clientes, prefere chamar de amigos. Diz que está neste apartamento junto com a Raquel e outra brasileira mais nova, conversa vai, conversa vem e o tolinhas pôs-se de pé, estava na altura dela usar a boca para algo mais do que falar. Pus-me de joelhos em cima da cama, pontei-lhe o tolinhas á cara e ela iniciou um oral ao natural bastante agradável, com mudanças de ritmo e sucção. Várias foram as tentativas de o colocar todo lá dentro o que, sempre se revelou ser um objetivo inalcançável. Perante este facto ela afirma que nunca tinha visto um número tão elevado de “amigos” com pau acima da média como o que tem assistido desde que está naquele apartamento. Agradeço o elogio mas, penso ser exagero. Mais umas chupadelas e vai buscar a gabardine para o tolinhas e durante algum tempo vou-me entretendo a penetrar com os dedos os orifícios anal e vaginal sem que houvesse algum tipo de censura. Após vestir o tolinhas deitou-se na cama e passamos a um vaginal que, apesar da idade e uso, não está muito mau e faz inveja a algumas mulheres mais novas. Primeiro na posição de missionário fomos depois passando por mais algumas posições que demonstraram que a Ana ainda apresenta fluidez nos seus movimentos. Passado algum tempo disse-lhe que chegara o momento de passarmos ao anal, ao que acedeu prontamente embora dizendo que seria desta vez que iria parar ao hospital. Mais exageros da parte dela! Coloca-se de quatro, passa um pouco de lubrificante no orifício e passamos a um anal doggy style. Embora o início tenha sido devagar para ir descontraindo, a verdade é que rapidamente o tolinhas entrou todo e, sem problemas, foi entrando e saindo com variações de cadência e de vigor nas penetrações num orifício que sem surpresas também já não é dos mais apertados. O tolinhas ali permaneceu nesta a atividade até ao momento em que entregou o seu leitinho dentro da gabardine, seguindo-se a retirada da mesma e limpeza do tolinhas. Excetuando o tempo em que o tolinhas lhe ocupava a boca, a Ana não parou de falar durante todo o encontro, e assim continuou por largos minutos após o ato sexual, sem nunca ter dado a entender que controlava o tempo. Visto-me pagando no fim sem que ela me tenha pedido e ainda referiu que receber é a parte chata do encontro! Mais um pouco de conversa enquanto saímos do quarto e refere que também tem o seguinte anúncio: Ana Sofia Ex-Empresária Sozinha em Casa Garganta funda Faço Tudo! – 966092186. Vamos em direção á porta onde nos despedimos e vou á minha vida.

 

Conclusão: Ao contrário do que me aconteceu em Aveiro com outra profissional do sexo já com alguma idade, a Ana ainda tem um aspeto apresentável e agilidade física para se movimentar na cama com desenvoltura. Os vários anos de atividade que já tem fazem com que ela saiba o que fazer e dizer para cativar “o amigo” e mostra-se aplicada em atingir esse objetivo mas, nada disso pode apagar o facto de estarmos perante alguém que está em final de carreira. Embora o encontro tenha decorrido de forma agradável, a verdade é que também não irá deixar memórias duradouras. Um novo encontro não está fora de questão mas, se vier a realizar será por falta de outras opções o que será difícil de acontecer. Até porque acredito que pelo mesmo valor pedido pela Ana, se pode encontrar outras profissionais do sexo com melhor apresentação e vivacidade que, de igual forma, podem e sabem satisfazer o cliente.

 

Devido aos muitos anos de trabalho na área de sexo pago, algo que pode ser comprovado pelos vários registos postados na net por vários “amigos” ao longo dos anos, bem como á sua personalidade faladora, muitos são os que passaram por ela e que lhe conhecem pormenores da sua vida privada bem como o seu nome verdadeiro. Como é óbvio não relatei nenhum desses detalhes aqui neste texto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Ninor às 04:33

Tal como está escrito na primeira linha a azul no topo deste blog, o mesmo serve para publicação, sob a forma escrita, de alguns relatos baseados em encontros de sexo pago vivenciados pelo autor do mesmo. Não permitirei que este blog seja uma plataforma publicitária, por isso quem quiser publicitar o que quer que seja no espaço para comentários deste blog, verá os seus intentos frustrados tão cedo quanto me for possível. Procurem outro local ou concebam o vosso próprio espaço publicitário.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031





Flag Counter

Visitantes Online